15 coisas que você precisa saber antes de comprar um sofá

Sofás são artigos de primeira necessidade na decoração de uma casa. Não só pela função que desempenham e pelo destaque que têm no ambiente, mas porque trazem a sensação de lar, são eles que “aquecem” a decoração, que dão conforto. Depois de escolher o modelo que vai estrelar na sua sala, é preciso entender os cuidados de limpeza e de manutenção para garantir-lhe vida longa, até chegar a hora de descarta-lo. E até isso deve ser feito de forma consciente, prática e sustentável. Bem-vindo ao mundo dos sofás!

A escolha do sofá

Escolha o sofá

1 – Tendências são interessantes, mas não se prenda às mesmas. A sua casa deve refletir quem você é, portanto, escolha o modelo que realmente gosta, pois irá conviver com ele pelos próximos anos.

2 – Como os sofás são peças marcantes dentro sala, geralmente a decoração parte dele. Modelos com revestimento em tons neutros facilitam a composição com móveis e objetos. Tons neutros não são somente os cinzas e beges. A gama é muito maior e pode ir para verdes e rosas esmorecidos, por exemplo.

3 – Um dos erros mais comuns é comprar um sofá desproporcional ao tamanho da sala, comprometendo o espaço dos demais móveis – mesas de centro e lateral, estante etc – e o da circulação. Para áreas pequenas, escolha móveis pequenos. Vale o bom senso.

4 – Planeje a decoração para comportar um sofá combinado a duas poltronas. Não adianta colocar todo mundo sentado num “sofazão”. É desconfortável ficar conversando de lado.

5 – Qual será a finalidade do sofá? Estofados usados para ver TV podem ser mais profundos para que você possa se deitar, se largar. Porém, esta versão é pouco confortável para quem costuma receber.

6 – O estofado ideal não é nem tão mole e nem tão duro. Ele é firme. Sente, experimente sem cerimônia antes de fechar negócio.

7 – Qual é a idade de quem vai usar o sofá? Geralmente, sofás baixos não são indicados para idosos, pois exigem mais esforço para se levantar.

Cuidados para uma vida longa

Cuidados

8 – O melhor é prevenir do que remediar: considere impermeabilizar o tecido ou usar uma capa para proteger o sofá. Esta, precisa ser de um tecido resistente, como a sarja, e em tom claro para não desbotar com as lavagens. Certifique-se de que o tecido seja pré-encolhido.

9 – Crianças adoram pular em sofá! Mas, a brincadeira pode custar caro, pois o tecido pode rasgar, a costura se desfazer, a estrutura quebrar e o pior, os pequenos correm o risco de se machucar.

10 – Aspire o sofá semanalmente para evitar que o pó fino impregne nas tramas do tecido e para retirar resíduos sólidos, principalmente dos cantinhos.

11 – Para tirar pelos de pets, use fitas adesivas escovas próprias para este fim, facilmente encontradas no mercado.

12 – Se derrubar algum líquido no sofá. Seque-o imediatamente com um pano seco. A limpeza depende do tecido. De um modo geral, use um pano úmido com produtos específicos para limpar sofá.

13 – Uma vez por ano, contrate uma empresa especializada para fazer a limpeza do sofá. Vale o investimento.

Descarte do sofá

Descarte

14 – Se pretende se desfazer de um sofá que ainda está em bom estado, não se culpe por isso. Ele pode ser doado ou vendido para algum amigo/parente ou mesmo oferecido a instituições de caridade. Estas, costumam retirar em casa.

15 – Se o estofado já tiver cumprido o seu papel e nem uma reforma o recupera mais, o jeito é procurar empresas de reciclagem na internet, que desmontam o sofá todinho e descartam as partes de modo correto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?